Público Alvo

Qualquer pessoa com interesse em ampliar os seus conhecimentos na área de família e conjugalidade.

Sou do ponto de vista que é um equívoco alguém “pensar” que domina determinado assunto SOMENTE pelo fato de ter um título ou cargo. Por exemplo: a pessoa ser advogado e achar que pode atender todo tipo de demanda judicial; ou por ser médico achar que pode intervir em qualquer queixa de saúde; e ainda por ser psicólogo achar que entende tudo de comportamento. Bem, o mesmo raciocínio serve para pastores/líderes religiosos de forma geral: por ter um título de pastor (ou qualquer título que se acha no mais alto grau para os homens – bispo, apóstolo, profeta, etc) ou ter uma função em posição de liderança, achar que entende tudo de espiritualidade e tudo que a ela se relaciona, inclusive as demandas relacionadas à família e conjugalidade. Aqui temos a questão chave: é preciso pensar em competências e habilidades.

Certamente que o texto bíblico é o referencial por excelência para quem labuta no campo da espiritualidade; estou ciente que existe uma dimensão que transcende o “natural” (João 14:17; 1 Coríntios 2:14; 15:44,46; Tiago 3:15); todavia, devo dizer que o que se entende por “autoridade espiritual” é SUPOSTO, ou seja, alguém dizer que é homem ou mulher de Deus, que tem autoridade espiritual, é por conta e risco pessoal.

Com isto estou afirmando que uma intervenção em demandas relacionais requer uma mão de obra especializada, não estou falando que a pessoa precisa de uma FORMAÇÃO TRADICIONAL no assunto, mas que é preciso investimento pessoal e foco permanente na instrumentalização de habilidades e competências na área.

Portando, se você tem um DESEJO ARDENTE, na graça e Espírito de Deus, em estender a mão para ajudar pessoas que enfrentam as mais diversas demandas na área do relacionamento, ESTE CURSO É PARA VOCÊ! E ainda, se você deseja instrumentalizar O SEU PRÓPRIO RELACIONAMENTO, este curso é PARA VOCÊ.